Cada vez mais gente odeia os homens. É o preconceito invertido.

Setembro 26, 2009

Existem duas coisas que estão muito comuns ultimamente: mulheres que odeiam os homens, e pessoas (geralmente também mulheres), que odeiam a Humanidade inteira. As que odeiam os homens Se tornam lésbicas, falam mal de homens o tempo todo, e têm completo desprezo por nós. Existem até comunidades sobre isso, e existe um termo chamado femismo, que é o feminismo exagerado, raivoso, que prega que todos homens são nojentos e devem ser exterminados (ou seja, é uma forma de nazismo).
Aqueles que odeiam a Humanidade como um todo preferem os animais do que qualquer ser humano. Existem até frases famosas sobre isso “quanto mais conheço os homens, mais eu gosto do meu cachorro”, e coisas do tipo. Brigite Bardot, famosa atriz francesa, é uma delas. Veja aqui.

Brigite Bardot se isolou da Humanidade, e convive apenas com animais. Eu também amo os animais, e me divirto muito, especialmente com alguns cachorros idiotas, mas imagino que deva ser triste não ter ninguém para estabelecer um diálogo em palavras, não participar de festas humanas, não trocar calor humano, piadas, entre outras coisas.

Essas pessoas têm motivos para essa raiva toda. Os homens, e a Humanidade como um todo, erram muito, mas eu tenho muita pena de quem combate esses erros com um erro que, aliás, é muito parecido. É um preconceito, um fascismo às avessas. E um fascismo às avessas é simplesmente uma maneira de se igualar àquilo que você mais odeia, ou mais deveria odiar. Ao invés de odiar os seres humanos que maltratam animais (ainda que, com nossos hábitos alimentares, a maioria de nós maltrate um pouco), ou os homens que maltratam mulheres, as pessoas generalizam para o grupo inteiro. 6 bilhões de pessoas são igualadas como se todas elas fossem igualmente cruéis com os animais. E 3 bilhões de pessoas(nós, homens), são igualadas como se todas nós fôssemos malandrões egoístas, que só querem sexo, dinheiro e brigas, a qualquer custo. Ao invés de combaterem o preconceito, lutarem pela igualdade entre todos, inclusive entre seres humanos e animais, essas pessoas promovem mais ódio, mais segregação entre grupos, e coisas semelhantes.

Existem outros grupos parecidos: homossexuais que odeiam nós, os chamados “heterossexuais”, pessoas que odeiam os ricos, ou que odeiam brancos. E existem junções entre todos esses preconceitos: uma menina, por exemplo, em uma balada GLS, que eu pensava estar flertando comigo, me mostrou o dedo do meio e beijou sua namorada. Sinal claro de raiva dos heterossexuais e principalmente dos homens. Dava para perceber que eu estava apenas querendo curtir, e estava um pouco deslocado naquele ambiente, mas para ela, eu era apenas um inimigo. Aí eu escrevi um bilhete explicando para ela o quanto é estúpido uma pessoa de grupos que foram historicamente oprimidos praticar a mesma opressão em relação a outra pessoa.

É claro, todos esses grupos de que tantas pessoas sentem raiva (ou seja, o homem, branco, rico, heterossexual), são historicamente opressores, e é normal que os oprimidos reajam contra isso. Até o presidente Lula, durante a crise econômica, disse que ela foi causada por brancos, de olhos azuis. Em certo sentido eu entendo, realmente foi o mundo que se auto-denominou de “civilizado” que causou a crise, e é esse mesmo mundo que destrói o meio-ambiente e oprime animais, mulheres, plantas, etc. Mas eles vão reagir na mesma moeda?

Além disso, quem disse que eles são muito melhores que isso? Os animais não são egoístas? Nem as mulheres? As mulheres não usam sexo, sentimentos, dramas, e mentiras, entre outras coisas, para manipular os homens, e para brigarem como animais selvagens, entre elas? Os pobres não cometem nenhum erro? Nem os homossexuais?

Se você quer impedir que o homem, o branco, o heterossexual, o rico, e de uma forma mais geral, toda a Humanidade, pare de cometer esses erros, não pense que será transformando o mundo em uma Guerra entre Palestina e Israel. Os palestinos também têm motivos de temer e odiar os israelenses, mas então eles devem tentar matar todos os israelenses? Sendo que muitos deles são a favor da paz? E sendo que isso só vai gerar mais ódio, e aí os dois grupos vão ter cada vez mais motivos para odiar o outro grupo?

Além do mais, odiar algum grupo, como essas pessoas odeiam, é triste para elas mesmas, porque elas se isolam de pessoas que podem ser muito interessantes, dentro desses grupos. A Humanidade faz coisas incríveis, inclusive esses grupos odiados. Existem muitos homens, brancos, ricos, heterossexuais, dedicando suas vidas a um mundo melhor, fazendo criações artísticas maravilhosas, ciência, idéias, entre outras coisas.

Estamos todos no mesmo barco. Se você não quer ajudar o barco a se manter flutuando e com um ambiente interno agradável, não tente furá-lo. Pule sozinho. É uma pena que você decida isso, mas pelo menos não tente levar os outros junto…

Existem outros preconceitos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: